top of page

Sobre a Conjuntura – 22/03/2023, Por Ranulfo Peloso

Analisar é olhar a tendência na disputa de forças e propor táticas para reforçar ou mudar a vantagem para um dos lados. As táticas mexem na correlação de forças políticas como condição para conquistar objetivos estratégicos.

A transformação social exige análise das forças sociais (estrutura social) e forças políticas (conjuntura). Diante das mudanças, elabora políticas que levem os explorados a entenderem seus interesses estratégicos e a lutar por eles.


Por que lutar para baixar os juros?

O governo atual encontrou o país desmontado, quebrado e cheio de demandas populares represadas. O povo apostou esperando respostas para suprir suas carências. De preferência se forem resolvidas logo.

Diante da fome e da miséria, os programas sociais são indispensáveis, mas o que traz dignidade de verdade às pessoas é o desenvolvimento econômico com distribuição de renda, gerando empregos e qualidade de vida para todos.

Acontece que no Brasil, o setor financeiro manda no caixa, através da imposição das altas taxas de juro. Cada ponto na taxa de juros são cinco bi no sistema financeiro. Enquanto eles querem lucros o povo quer direitos, precisa de trabalho, de estudo, saúde, etc.

Baixar os juros beneficia e estimula as empresas para investir na produção de mercadorias. Com isso, vão empregar mais gente que vai consumir mais e fazer a roda da economia girar e produzir mais riquezas. Mas, isso seria só um respiro. Pois, nos últimos anos, boa parte da riqueza no país foi para pagar os juros da divida pública. Com isso, sobra pouco para a atuação dos ministérios e as propostas de melhorias.

Junto com a reindustrialização do País, o governo precisa atrair capital e empresas que ajudem no seu desenvolvimento. Isso exige que o Brasil retome uma ousada política externa.

16 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


eunicianapeloso
eunicianapeloso
Apr 04, 2023

Ler essa última publicação sobre conjuntura me faz pensar ainda mais que lutar por uma sociedade justa, digna, me fez lembrar da metáfora bíblico que relata o suposto confronto entre Davi e Golias. Afinal, mesmo que sejamos a maioria que sofrem as consequências das desigualdades sociais impostas, para que o sistema capitalista tenha supremacia, nem de longe essa grande maioria compreende a necessidade de lutar para que de fato a sociedade viva em função da maioria das classes trabalhadoras. Afinal, a ideologia que funciona como uma maquina de deixar nossa mentes embaçada, faz nos acreditar que um dia seremos prospero! E, ai eu me pergunto, como vamos poder furar essa bolha?

Like
bottom of page